Rebranding: modernizar a marca faz toda a diferença

Rebranding: modernizar a marca faz toda a diferença

Mudanças no algoritmo trarão novidades para usuários do aplicativo

O logotipo é uma representação visual que tem a finalidade de identificar uma marca. No processo criativo de desenvolvimento de um logo é fundamental que a empresa saiba levar à essa identidade os seus valores e os seus propósitos, pois o recurso é, também, uma forma de posicioná-la no mercado. 

Com o passar dos anos, é natural que algumas empresas sintam a necessidade de modernizá-lo. As mudanças no mercado, os novos serviços agregados e, até mesmo, a vontade de reafirmar o seu posicionamento são algumas das razões que levam ao desejo de investir em nova forma de ser identificado. Tal processo requer um olhar para o presente e para o futuro, mas sem deixar de lado a sua essência e a sua história enquanto marca. 

Em 2021, diversas empresas renovaram suas imagens e apostaram em novas identidades. Um ponto em comum foi a adoção de layouts mais modernos, minimalistas e refinados, tendências dos últimos anos.

Reestilização do logo da Usina da Comunicação 

Em comemoração aos 15 anos da agência, a Usina criou uma identidade visual. Ao longo desse período, a “fábrica de ideias” modificou seu logo três vezes, mas foram pequenas adaptações.   Agora, a nova marca é no estilo imagotipo, que une o logotipo em texto com um ícone. Dessa forma, novas formas de aplicações são disponibilizadas, incluindo a opção simplificada, onde apenas o símbolo aparece.

A nova identidade foi desenhada para representar evolução, conexão e modernidade. Com essa ação, a agência passa para o mercado o seu ideal: “respeitamos as nossas raízes, mas adoramos uma novidade”. 

Burger King: de volta ao passado

O Burger King, do segmento de fast food, foi uma das empresas que modernizou sua aparência. A marca decidiu redesenhar seu logotipo utilizado desde anos 60 até os anos 90. Além disso, a empresa mudou completamente seu visual, desde letreiros, embalagens, paletas de cores, ilustrações, decorações e uniformes. 

A ideia da marca é tornar a identidade moderna e, ao mesmo tempo, atemporal. A fonte e as formas utilizadas no logotipo final têm o objetivo de remeter aos sanduíches da rede de fast food’s, para que o consumidor sinta ainda mais vontade de consumir o produto.

Novo logotipo do Burger King. (Foto: Burger King/divulgação)

Nubank: humanização em pequenas mudanças

Em maio, foi a vez do Nubank anunciar a sua nova identidade visual. O logotipo, passou, então, a contar apenas com o “Nu”, que era evidenciado na identidade anterior. Ele foi preenchido, suavizado e recebeu traços mais fluidos, que representam duas fitas viradas. 

A ideia, com a mudança, é trazer modernidade, humanidade e movimento, para representar uma empresa que nunca irá deixar de evoluir. 

Novo logo do Nubank (foto: Nubank/divulgação)

Ponto: união entre o digital e o físico

Em abril, o Pontofrio anunciou uma mudança radical em sua identidade. Além do logotipo, a marca agora se apresenta como Ponto, que brinca com o novo slogan “direto ao Ponto”. A comunicação da empresa visa se tornar mais divertida e focada no digital, sem perder o cuidado com o público das lojas físicas. 

A meta é conquistar uma parcela do público mais jovem e, para isso, foi preciso um salto grande dentro desse universo, onde a modernidade e a inovação são fundamentais. Além da mudança dos nomes, os pontos, presentes no logotipo, remetem a conexão ponto a ponto, objetivo proposto pela empresa. A paleta de cores também foi alterada, dando ênfase ao preto e laranja. 

Ponto apresenta nova identidade visual. (Foto: Ponto/divulgação)