Comunicação assertiva em tempos de coronavírus
Confira algumas dicas de como se posicionar nas redes no atual cenário de crise devido ao novo coronavírus

É fato: a pandemia do COVID-19 mudou o comportamento social em escala global. Quando seria possível imaginar que uma doença isolaria um terço da população mundial? Uma pergunta de momento é: quais serão os reais impactos causados por esse vírus? As dimensões ainda são uma incógnita, porém, mesmo em meio às incertezas, a adaptação se fez urgente. No mercado da comunicação, isto não foi diferente.

Na atual crise de saúde, onde o distanciamento social é considerado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) a melhor alternativa para frear a disseminação do novo coronavírus, muitas empresas adotaram o home office. Em algumas, o regime foi implementado pela primeira vez.

Com relação à comunicação, a pandemia ocasionou um novo modo de atuação em alguns dos seus segmentos. Neste artigo, serão abordados dois deles: a Comunicação Interna e a Digital. Com o trabalho remoto, as companhias viram a necessidade de manterem o relacionamento com os colaboradores, mesmo à distância. Já no que diz respeito ao ambiente digital, o uso das redes sociais para fins comerciais passou a exigir muito mais cautela, pois o momento é sensível.

Como se posicionar no ambiente digital em meio à crise?

Neste momento, um fator relevante quando se pensa em conteúdo para o ambiente digital é o clima. As milhares de perdas de vidas humanas e as inúmeras incertezas quanto à severidade da doença criaram uma atmosfera de muita aflição. Na hora de elaborar o conteúdo é importante ter em mente o quão sensível é o agora.

Como toda crise exige uma resposta, a melhor maneira de se colocar no ambiente digital é expondo quais foram as medidas tomadas pela sua empresa voltadas ao enfrentamento da doença. Companhias como a AMBEV, que produziu 500 mil unidades de álcool e gel para distribuir gratuitamente em hospitais públicos e a CVC, com campanha “Fique em casa. Viaje depois” deram uma aula de posicionamento, tratando a crise com responsabilidade.

O cuidado com os profissionais, a manutenção da produção, a divulgação de ações idealizadas ou implementadas para conter o avanço do COVID-19, o compartilhamento de informações publicadas considerando fontes oficiais são bons exemplos de temas para o seu planejamento. Outro item relevante é tratar dos impactos que o seu segmento está passando. Informação transparente e objetiva para o consumidor gera laços de longo prazo.

Comunicação Interna em tempos de COVID-19

No contexto atual, os canais institucionais tradicionais aliados às redes sociais são as melhores alternativas para preservar um relacionamento saudável entre a empresa e o colaborador. Com o uso destas plataformas é possível manter o alinhamento do discurso por meio das divulgações de informações oficiais da organização.

Escolher a rede mais utilizada entre os colaboradores, apostar em um texto mais leve e publicar informações em diferentes formatos (vídeo, podcast e arte gráficas) são dicas valiosas. E, claro, seu conteúdo terá mais credibilidade se você consultar fontes oficiais. Quando o assunto for coronavírus, por exemplo, utilize dados divulgados pelo Ministério da Saúde e/ou da OMS.

Todo profissional de comunicação tem o seu papel social. Oferecer conteúdo verídico, de qualidade e objetivo é mais necessário do que nunca. Vamos fazer isto juntos? Lembre-se: a pandemia vai passar e os bons exemplos vão ficar. Seja um deles.