I Fórum Nacional de Medicamentos para Doenças Crônicas (FONMEDOC)
Evento tem objetivo de investigar processos e do uso racional de medicamentos

O I Fórum Nacional de Medicamentos para Doenças Crônicas, a ser realizado pela Aliança Brasileira de Apoio a Saúde Renal (Abrasrenal), com apoio da Associação Brasileira dos Centros de Diálise e Transplantes (ABCDT), tem como objetivo avaliar a grade de medicamentos prescritos para pacientes de patologias crônicas, investigar o processo de automedicação, verificar a importância do profissional farmacêutico dentro das equipes multiprofissionais que atuam junto a pacientes crônicos e, ainda, tratar do uso racional de medicamentos como um dos principais objetivos do atendimento farmacológico.

O I Fórum Nacional de Medicamentos para Doenças Crônicas contará com as seguintes mesas:

8h30: Abertura do evento a ser realizada por Gilson Nascimento, Diretor Geral da Abrasrenal;

8h45: Fala do Mediador Deputado Roberto Salles (PRB/RJ);

9h: “A economia do governo na realização de compra centralizada dos medicamentos de alto custo”, com Emmanuel de Oliveira Carneiro, Coordenador do Departamento de Assistência Farmacêutica/ Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos/Ministério da Saúde;

9h35: “Impacto na mudança dos blocos de financiamento Portaria 3992/2017”, com Yussif Ali Mere Jr, Presidente da Associação Brasileira dos Centros de Diálise e Transplante e Presidente da Federação dos Hospitais, Clínicas e Laboratórios do Estado de São Paulo;

10h10: Debate com os presentes;

10h30: “Proposta de incorporação de medicamentos em doenças raras”, com Tatiane Schofield, Diretora Jurídica da Associação da Indústria Farmacêutica de Pesquisa – INTERFARMA;

11h05: “Criação de protocolos para doenças negligenciadas”, com Juan Llerena, chefe do Centro de Genética Médica do Instituto Fernandes Figueira/Fiocruz;

11h40: Debate com os presentes;

12h: Encerramento com Gilson Nascimento, Abrasrenal.

:: Serviço

:: Data e local: O evento será realizado no dia 22 de março de 2018, das 8h30 às 12h, no Auditório Freitas Nobre, Câmara dos Deputados, Palácio do Congresso Nacional, Praça dos Três Poderes, Brasília/DF.

:: Público: Parlamentares, profissionais e estudantes da área de medicina e farmácia, associação de pacientes e pacientes.

:: Cenário

Atualmente, consideram-se medicamentos de dispensação em caráter excepcional aqueles de alto valor agregado, ou, ainda, aqueles que pela cronicidade do tratamento tornam-se excessivamente caros para serem custeados pela sociedade.

Para a distribuição desses medicamentos, o Ministério da Saúde publica as chamadas listas de medicamentos de dispensação excepcional, financiadas pelo governo federal, com repasse aos estados e municípios, responsáveis pela execução e gerenciamento do programa.

É sabido que o custo do programa tem aumentado de forma progressiva com o passar dos anos e, que, em média, 16% dos gastos com os medicamentos cobertos pelo programa são referentes aos medicamentos para doentes crônicos.

A tendência de crescimento dos gastos com os medicamentos usualmente denominados de alto custo ou excepcionais é confirmada por dados recentes de aumento nas taxas de incidência e prevalência em todo o mundo.

A discussão sobre o acesso aos medicamentos, o estudo de novas drogas e a adesão dos pacientes às drogas são temas de vital importância para o sucesso do tratamento renal substitutivo.

A assistência farmacêutica constitui parte fundamental dos serviços de atenção à saúde do cidadão. Em muitos casos, a estratégia terapêutica para a recuperação do paciente ou para a redução dos riscos da doença e agravos somente é possível a partir da utilização de algum tipo de medicamento. Nessas situações, o medicamento é elemento essencial para a efetividade do processo de atenção à saúde. Nesse contexto, o direito constitucional à saúde se materializa em sua plenitude mediante o acesso ao medicamento pelo paciente.

Assessoria de Comunicação da Abrasrenal

Usina da Comunicação

Claudia Abreu Campos – claudia@usinadacomunicacao.com.br – (21) 9-9299-8411

Pedro Felipe – pedro@usinadacomunicacao.com.br – (21) 9-9298-4793