ASEAC APRESENTA RIO WATER WEEK 2018
Riocentro recebe o evento de 26 a 28 de novembro

A ASEAC – Associação dos Empregados de nível universitário da CEDAE – apresentou, na terça-feira (05/05), a Rio Water Week, que será de 26 a 28 de novembro, no Riocentro e será promovida pela ABES – Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental. O Road Show aconteceu no auditório da sede da CEDAE, na Cidade Nova.

O evento internacional e inédito no continente americano tem como propósito discutir a água, em sua concepção mais ampla. Desde os recursos hídricos disponíveis, sua captação e tratamento, à adução e distribuição às populações urbanas e rurais, passando pela irrigação, seu reaproveitamento após a utilização e a melhor gestão. A Water Week já é sucesso na Suécia e em Cingapura. Agora, chegou a vez do Rio de Janeiro.

A Rio Water Week, que reunirá os maiores especialistas do mundo da água, será dividida em nove temas: água e esgoto para todos até 2030, governança e planejamento, gestão eficiente, formação e capacitação, financiamento, monitoramento & reporting do ODS 6 regulação, regulação, comunicação e mudanças climáticas e a água.

No Road Show, Luiz Alexandre de Faria (Diretor Presidente da ASEAC); Jorge Briard (presidente da CEDAE), Carlos Alberto Rosito (Vice – Presidente da ABES); André Corrêa (Deputado Estadual do DEM) e Marco Aurélio Porto (secretário estadual do ambiente) compuseram a mesa do auditório, que ficou lotado (mais de 200 pessoas) de cedaenos e de visitantes de outras corporações como a Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz), a Vitta Química e a Engrest.

Retorno do protagonismo

O Diretor Presidente da ASEAC salientou a importância da parceria firmada com a ABES e recordou o trabalho de recuperação da CEDAE, uma empresa que sempre foi protagonista no saneamento do Brasil e passou por período turbulento em função de uma gestão nociva.

“Quando a ABES anunciou, há um ano, que faria o Rio Water Week nós a procuramos e iniciamos negociação e chegamos a um denominador comum. A parceria entre ASEAC e ABES é boa para todos os envolvidos: estado do Rio de Janeiro, CEDAE e empresas que prestam serviço à CEDAE. Em novembro, teremos um governo já eleito. Poderemos mostrar que há uma luz no fim do túnel. Nós, cedaeanos, sempre tivemos companheirismo, comprometimento e vontade. Portanto, entendo que esse é o momento de vencer todo esse ataque recebido, conseguimos até agora barrar a tentativa de privatização e vamos conseguir a vitória definitiva. Continuaremos públicos e ainda mais eficientes. Voltaremos a ser protagonistas da área de saneamento no país”, destaca Faria.

De acordo com Carlos Alberto Rosito, as trocas de experiências internacionais, as discussões sobre políticas públicas, desafios, soluções e tecnologia serão de suma importância para que todos possam ter água e esgoto.

O presidente da CEDAE fez questão de mencionar o espírito de vanguarda da companhia quando a pauta é o uso equilibrado e a universalização da água. “O evento será uma ótima oportunidade de mostrarmos o nosso trabalho. O case sobre a universalização na baixada é bem interessante. Aproveito para convocar todos nossos colaboradores e fornecedores a participarem”.

Organização e produção

A organização e produção da Rio Water Week está a cargo da GL Events. Fabio Godoy, coordenador de negócios da GL, entende que a semana no Riocentro colocará o Rio e o Brasil num patamar acima nas questões sobre a água.

“Nossa satisfação é muito grande de ser não só uma vitrine, mas uma plataforma para a realização do encontro. Desde 1992, o Rio vem sediando eventos importantes no cenário mundial e nós estamos felizes de fazer parte. O mercado nacional estará em um momento de mudanças estratégicas e políticas. Nós acreditamos que a inserção desse tema de tamanha importância vai nos projetar para um nível mais elevado de discussão e a gente pretende com isso agregar muito valor a quem estiver presente no Riocentro”, afirma Godoy.